Empresa é classificada para a maior competição de empreendedorismo do mundo

Health-IT

, Sem categoria
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

Três pesquisadores ribeirão-pretanos estão classificados para a maior competição de empreendedorismo do mundo: o Hult Prize 2014, promovido pela Hult International Business School em parceria com a Fundação Clinton, do ex-presidente norte-americano Bill Clinton. Os jovens são sócios da Kidopi, empresa de desenvolvimento de sistemas de gestão hospitalar, incubada pela Supera Incubadora, gerida pela Fipase (Fundação Instituto Polo Avançado de Saúde). Em parceria com o Programa Vivenda, de São Paulo, os pesquisadores representam a Universidade de São Paulo (USP) e concorrem ao prêmio de U$ 1 milhão.

Os pesquisadores competiram com 10 mil equipes de 350 universidades, oriundas de 150 países, e foram classificados entre as 30 universidades que participarão da etapa regional que acontece pela primeira vez no Brasil, nos dias 7 e 8 de março, em São Paulo. Além da capital paulista, outras etapas regionais serão realizadas em São Francisco (EUA), Boston (EUA), Londres (Inglaterra), Shangai (China) e Dubai (Emirados Árabes). As seis equipes finalistas participarão da grande final em Nova Iorque (EUA).

Os três pesquisadores da Kidopi são Hugo Pessotti, Juliana Polletini e Mário Adolfi, formados em Informática Biomédica e doutorandos em Clinica Médica, e o pesquisador do programa Vivenda é Fernando Assad, mestre em Administração de Empresas. Todos os anos, o Hult Prize desenvolve um tema específico com objetivo de ajudar a solucionar problemas sociais. Neste ano, o tema proposto está ligado à resolução de questões ligadas às doenças crônicas nas favelas urbanas.

O evento contribui para o fortalecimento e amadurecimento da empresa, já que os estudantes terão acesso a diferentes experiências e culturas, além de estarem próximos de mentores e investidores. É importante também para Ribeirão Preto que tem, mais uma vez, suas empresas de base tecnológicas inseridas entre as principais empresas do mundo.

Na etapa brasileira do Hult Prize, a equipe concorre com equipes de universidades internacionais como a American University do Cairo (Egito), Chinese University de Hong Kong (China) e Indian Institute of Technology (Índia), University of Wisconsin (EUA), e brasileiras como a Universidade Federal do Rio de Janeiro. A equipe vencedora da última etapa receberá o prêmio de U$ 1 milhão para o desenvolvimento do projeto.

Kidopi
Fundada em 2009, A Kidopi – Solução em Informática Médica fornece soluções inteligentes para a gestão de hospitais, clínicas e consultórios, regulação médica de urgência e emergência e suporte a pesquisas acadêmicas. Em 2013, foi eleita a 3ª melhor empresa incubada do Brasil no Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador promovido pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec).

No mesmo ano, foi eleita pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o melhor software do Brasil na categoria e-health no World Summit Award, representando Brasil na fase internacional do concurso. Também recebeu menção honrosa na categoria empreendedor social no Premio Empreendedor de Sucesso promovido pela Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios. Em 2010, recebeu o Prêmio Ideia Saudável, pela Secretaria de Estado São Paulo, dedicado a projetos inovadores que beneficiem usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Programa Vivenda

O Programa Vivenda é um start-up de habitação que desenvolve soluções em reformas habitacionais, oferecendo desde assessoria técnica até mão de obra especializada. Responsável pela supervisão das obras do início ao fim, o programa mantêm a casa do indivíduo, preservando sua história e a integridade da comunidade.

Supera Incubadora

A Supera Incubadora de Empresas de Base Tecnológica foi o primeiro projeto desenvolvido pela Fipase. Criada em 2003, a Incubadora tem como objetivo auxiliar a criação de empresas de base tecnológicas e, hoje, apoia 29 empresas, atuando em quatro unidades: Supera Campus (no campus da Universidade de São Paulo – USP), Supera Campos Elíseos e Supera Educa (Unidade Colégio Marista). Em 2010, foi premiada como a melhor incubadora de empresas orientada para a geração e uso intenso de tecnologias da região sudeste pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec).

Fipase
Criada em 2001, A Fipase atua no desenvolvimento da indústria de equipamentos e produtos de saúde em Ribeirão Preto e no apoio aos setores de tecnologia da informação, biotecnologia, química, fármacos e cosméticos.  O objetivo é contribuir para que a região se consolide como um polo de empreendedorismo e tecnologia.

Além da Incubadora de Empresas, a Fipase é responsável também pelo Supera Centro de Tecnologia, apoio aos Arranjos Produtivos Locais (APLs) de Saúde e de Software e o BioBussiness Brasil – concurso nacional de plano de negócios em saúde e biotecnologia. A partir de 2014, todas essas atividades ficarão concentradas no Supera Parque de Inovação e Tecnologia, localizado no Campus da USP, em Ribeirão Preto.