Fraudes custam R$ 22,5 bi ao setor privado de saúde

Guilherme

, Mercado

Um levantamento realizado pelo Instituto de Estudos da Saúde Suplementar (IESS) apontou que a falta de transparência nas relações entre os diferentes players do segmento privado de saúde tem aberto uma brecha que fomenta cada vez mais fraudes no setor. O estudo aponto que as más práticas e desvios de conduta podem causar perdas e desvios de cerca de R$ 22 bilhões ao ano.

De acordo com o superintendente-executivo do IESS, Luiz Augusto Carneiro, o setor de saúde no Brasil é pautado pela desconfiança entre os agentes em um ambiente de grande conflito de interesses e práticas comerciais inadequadas. Para o executivo, a transparência deveria ser obrigatória, adotada por força de lei. “Infelizmente, esse é um setor que não vai conseguir construir um ambiente de total transparência a partir da ação coletiva de todo o mercado.”

 

Deixe uma resposta