Impressão 3D movimentará US$ 35 bilhões em 2020, aponta IDC

Guilherme

, Indústria

Um levantamento realizado em agosto pelo ICD apontou que o mercado global de impressão 3D fechará o ano de 2016 com um faturamento aproximado de US$ 16 bilhões. Ainda de acordo com o relatório publicado, a taxa composta de crescimento desse segmento deverá ser de 24% ao ano e o principal motivo está ligado a busca das empresas em reduzir os custos durante os processos de manufatura.

Ainda de acordo com a consultoria, cerca de 50% desse faturamento está vinculado à venda de impressoras e suprimentos, enquanto o restante está dividido entre software e serviços.

As principais aplicações desse tipo de tecnologia estão na produção de protótipos para a indústria automotiva – que movimentou mais de US$ 4 bilhões nos últimos anos – e impressão de partes e peças para o segmento aeroespacial, com investimentos de US$ 2,4 bilhões.

O setor de saúde também aparece em destaque no uso da tecnologia, principalmente para produção de próteses e é apontado como um dos principais segmentos que alavancará esse crescimento.

Segundo o IDC, a utilização da impressão 3D será uma forma buscada pelas empresas para diminuírem seus ciclos de inovação, reduzirem custos relativos à produção e com fornecedores. A expansão de mercado será abastecida por uma explosão no uso do conceito nas mais diferentes verticais.

Deixe uma resposta