Intel investe US$ 100 milhões em empresas comandadas por mulheres

Guilherme

, Mercado

Nesta semana a Intel anunciou um compromisso de investir US$ 100 milhões em empresas com mulheres no comando em todo o mundo, ao longo dos próximos três anos. A Intel fez este anúncio no palco do Global Citizen Festival 2017 em Hamburgo, na Alemanha, ao lado de IBM* e Pfizer*, que assumiram compromissos similares. A Intel acredita que esta iniciativa pode ajudar a fomentar o empoderamento econômico dentro de grupos minoritários.

“Diversidade e inclusão são fundamentais para a nossa cultura que está em constante evolução na Intel”, disse Barbara Whye, chefe do departamento de diversidade e inclusão e vice-presidente de recursos humanos da Intel. “Elas aceleram a nossa habilidade para inovar e impulsionar os negócios constantemente. A diversidade de fornecedores agrega um tremendo valor a nossa vantagem competitiva ao mesmo tempo em que estimula o crescimento em um mercado global”.

Este anúncio contribui para o compromisso assumido em 2015 pela Intel de ampliar os investimentos com fornecedores diversos para US$ 1 bilhão por ano até 2020. A Intel sabe que donos diversificados contratam e gastam em comunidades diversificadas. A Intel está integrando a diversidade de fornecedores por todos os seus processos de aquisição para que empresas de mulheres tenham melhores oportunidades para competir por negócios.

A Intel também está patrocinando empreendedores diversificados de todo o mundo para participação em programas educacionais especiais com foco em ajudar empresas diversificadas. Atualmente 18 países estão incluídos no programa de fornecedores diversificados da Intel.

Diversidade e inclusão são fundamentais para a evolução da Intel e são forças motrizes para sua relevância e crescimento contínuos. Em janeiro de 2015, a Intel estabeleceu um ousado objetivo de alcançar a representação total de mulheres e minorias sub-representadas em nossa fora de trabalho dos EUA até 2020. A empresa comprometeu US$ 300 milhões para apoiar este objetivo e outro ainda maior de melhorar a diversidade e a inclusão em toda a indústria de tecnologia.

Ao longo dos últimos dois anos e meio a Intel investiu internamente em programas de contratação, retenção e gestão, e externamente em programas educacionais, parcerias universitárias, empreendedores diversos e iniciativas antiassédio online e gastos com fornecedores diversos.