IoT pode gerar até US$ 200 bi ao ano para o Brasil em 2025

Guilherme

, Mercado

Durante a edição 2017 da Futurecom, o Banco Nacional de Desenvolvimento Economico e Social (BNDES) divulgou um estudo realizado pela consultoria McKinsey, o escritório de advocacia Pereira Neto Advogados e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (CPqD), apontando que as mudanças tecnológicas proporcionadas pela adoção da internet das coisas (IoT), no Brasil, podem gerar até US$200 bilhões ao ano, em 2025. Essa estimativa é parte do estudo contratado pela instituição para a realização do Plano Nacional de Internet das Coisas

Durante a apresentação, o diretor de crédito, TI, planejamento e pesquisa do BNDES, Carlos da Costa afirmou que o BNDES quer “apoiar os produtores para que eles sejam mais produtivos”. Realizado ao longo do ano, o levantamento ressaltou quatro áreas principais em que o país pode se destacar em IoT: saúde, agronegócio, cidades inteligentes e indústria, e mais de 70 ações diferentes, entre iniciativas de fomento à inovação e mudanças regulatórias, para destravar o desenvolvimento do segmento.

De acordo com o executivo do BNDES, o banco pretende engajar o ecossistema de inovação brasileiro, trazendo tanto financiamento para empresas e startups, como construindo uma rede de contatos e experiências de IoT.

Questionado pelo jornal O Estado de S. Paulo a respeito da disponibilização dos recursos, o executivo disse que ainda não há metas definidas – segundo ele, o BNDES depende da demanda dos empresários para definir investimentos.

 

Com informações de O Estado de S. Paulo