Jogadores descobrem proteína que pode combater Alzheimer antes de cientistas

Guilherme

, Tecnologia

Jogadores de Foldit, um game sobre química orgânica desenvolvido para PC, conseguiram identificar a estrutura de uma nova proteína que pode auxiliar no combate e, até mesmo, no tratamento do Alzheimer. O grupo de jogadores conseguiu identificar nova proteína antes de um grupo de cientistas, que também participavam do game, e que incluía dois especialistas sobre o tema.

Proteína identificada no jogo Foldit

Proteína identificada no jogo Foldit

O jogo foi criado por pesquisadores da Universidade de Washington e funciona como um simulador 3D no qual os participantes conseguem manipular cadeias de proteínas seguindo as regras existentes no mundo real. O objetivo é dar forma a novas cadeias proteicas de maneira viável.

A identificação proteína em questão pode ser particularmente significativa, uma vez que ela é capaz de impedir a formação de placas, que são responsáveis pelo surgimento do Alzheimer.

Essa conquista, por parte dos jogadores, ressalta a importância, cada vez maior da pesquisa colaborativa. O coautor da pesquisa, Scott Horowitz, ressalta que o jogadores de Foldit, foram rápidos para compreender regras e até mesmo o universo científico sobre proteínas. “Esse tipo de colaboração poderia economizar significativamente o tempo de alunos e pesquisadores, que atualmente perdem horas e horas de seu tempo imersos em palestrar e leituras. A imersão em jogos como esse pouparia muito tempo e traria mais benefícios”, completa.

Fonte:Engadget