Portal do paciente avança em direção à transparência no cuidado com a saúde

Health-IT

, Sem categoria

 

O Hospital Sírio-Libanês concluiu mais uma etapa das ações que visam incluir o paciente na gestão do seu próprio cuidado. A instituição colocou no ar o Portal do Paciente, uma plataforma web que armazena não só os resultados de exames laboratoriais e de imagem de cada paciente, mas também todo o seu prontuário médico, com o histórico de atendimentos ambulatoriais, internações, uso medicamentos e cirurgias realizados dentro do hospital.

A nova ferramenta permite ações simples, que agilizam a atualização online de dados cadastrais ou o pré-agendamento de exames, com o envio de informações sobre a operadora e documentos pessoais e pedidos médicos digitalizados. Mas é o campo “Registro Pessoal de Saúde” que possibilita o acesso ao prontuário e a visualização de todas as passagens pela instituição.

O objetivo é oferecer ao paciente a possibilidade de avaliar diretamente com o seu médico, a qualquer momento, qual a melhor decisão a respeito dos cuidados com sua saúde, dentro de padrões rígidos de segurança e privacidade. As informações do Portal são acessadas apenas com o uso de login e senha exclusivos, criptografados e intransferíveis, o que pode ser feito de qualquer computador ou aparelho móvel (tablet ou smartphone). Um aplicativo também foi desenvolvido e em breve estará disponível tanto para iOS quanto para Android.

“Dedicamos atenção especial ao desenvolvimento de uma plataforma amigável e intuitiva, que facilita a navegação e o acesso às informações”, explica Margareth Ortiz de Camargo, superintendente de Tecnologia da Informação do Hospital Sírio-Libanês. “Os dados armazenados em data center próprio, de última geração, tem acesso protegido pela política de segurança da informação do Hospital”, acrescenta.

“Só é possível melhorar a gestão quando temos informação tratada de maneira correta e transparente. Temos uma série de aspectos culturais e paradigmas a serem quebrados na relação médico-paciente. Mas o estímulo à participação do paciente no seu cuidado por meio de sistemas informatizados é uma tendência sem volta, dentro da estratégia de melhorar o desempenho das instituições em áreas como a humanização, a segurança e a qualidade do cuidado oferecido”, afirma o superintendente Técnico-Hospitalar, Dr. Antonio Carlos Onofre de Lira.

Informação e transparência ampliam segurança

A implantação da Informatização Assistencial focada na segurança do paciente e a otimização dos processos que compõe o atendimento levaram o Hospital Sírio-Libanês a ser, em 11 de Setembro de 2014, a  primeira instituição brasileira designada como Estágio 6 (de um total de sete) no modelo de adoção de prontuário eletrônico EMRAM (Eletronic Medical Record Adoption Model). A avaliação é realizada anualmente pela HIMSS (Healthcare Information and Management Systems Society), organização global sem fins lucrativos dedicada à melhoria da saúde com o uso de tecnologia e sistemas de informação.

A implantação do Portal do Paciente integra uma política mais ampla de transparência no trato das informações, com o objetivo de incorporar o paciente como sujeito ativo na gestão de sua saúde. Nesse sentido, o Hospital Sírio-Libanês informa abertamente em seu site quais são os seus indicadores e metas relacionados à identificação correta do paciente, comunicação efetiva, uso seguro de medicamentos, cirurgia segura e prevenção de riscos de queda.

Ao lado da explicação a respeito do significado desses indicadores, está também uma lista de ações e direitos, para que o paciente atue, interaja e cobre da equipe de assistência condutas que levem à melhoria dos resultados obtidos. Esses procedimentos de qualidade segurança seguem as metas estabelecidas pela campanha “Patients for Patient”, da Organização Mundial da Saúde (OMS), incorporadas pelo Programa Nacional para Segurança do Paciente, criado pelo Ministério da Saúde.