Santa Casa de Maceió inaugura novas instalações da UTI Neuro

Health-IT

, Sem categoria

 

A Santa Casa de Maceió inaugurou as novas instalações da Unidade de Neurointensivismo da instituição. Trata-se da única UTI Neuro de Alagoas, implantada e mantida pela Santa Casa de Maceió há 12 anos. “A unidade conta com o que há de melhor em tecnologia, em conceito de humanização e em profissionais qualificados”, disse o provedor da Santa Casa de Maceió, Humberto Gomes de Melo.

A solenidade contou com as bençãos do capelão Cícero Lenisvaldo e as presenças do oncologista Marcos Davi Melo e do médico Duílio Marsiglia, representando os membros da Mesa Administrativa; do coordenador geral da UTI Neuro, Talmir Damásio; do diretor administrativo-financeiro Dácio Guimarães, dos superintendentes Carlos André (Infraestrutura) e Severino Moura (Suprimentos e Logística), da gerente Tereza Tenório (Riscos e Assistência Hospitalar), representando os gerentes corporativos; além de médicos intensivistas, líderes e colaboradores.

A nova Unidade de Neurointensivismo conta com onze leitos, dos quais um reservado ao isolamento e dois para pacientes que precisem de ventilação mecânica. Conforme ressaltou o intensivista Talmir Damásio em seu discurso, os equipamentos e o conceito de humanização são um diferencial importante na nova unidade, mas por trás da tecnologia está o principal fator que faz a diferença na difícil arte de salvar vidas: uma equipe de profissionais qualificada, com pós-graduação nos mais importantes centros hospitalares do país, entre eles o Sírio-Libanês, de São Paulo, e que busca fazer ciência na instituição por meio, principalmente, de encontros de cunho científico.

Além de monitores, respiradores e demais equipamentos necessários a uma UTI Neuro, o novo serviço conta com televisores de plasma, janelas, relógios de parede e (pasmem!) telefone próximo ao leito para que os pacientes não percam seus referenciais de tempo e o contato com o mundo exterior. “O paciente poderá se comunicar a qualquer momento, desde que tenha condições para isso, é claro. Todo esse cuidado visa agilizar sua recuperação, evitando o isolamento”, disse Talmir.

As paredes ganharam cores e os quartos, com apenas dois a três leitos, música ambiente. Nessas três iniciativas quebrou-se a visão tradicional de que hospital precisa ser todo branco, de que todos os pacientes da UTI precisam estar em um único ambiente à vista da equipe e de que elementos externos, como a música, podem prejudicar a recuperação do pacientes.

Além disso, monitores estrategicamente posicionados informam a situação de cada paciente aos profissionais de plantão para a necessária intervenção quando for preciso.

Falando em nome da Mesa Administrativa da Santa Casa de Maceió, o oncologista Marcos Davi Melo destacou a complexidade de se implantar uma UTI Neurológica em Alagoas, tendo que manter pessoal qualificado e dotar o serviço com o que há de mais moderno em tecnologia. O médico lembrou um axioma em latim do imperador Carlos VI ao se referir à atual gestão da Santa Casa de Maceió, tendo à frente o provedor Humberto Gomes de Melo: “o provedor e sua equipe têm conduzido a instituição ‘com perseverança e coragem’ apesar das dificuldades”.