Sbis emite seu primeiro certificado Sbis-CFM v.2016

Guilherme

, Mercado

O sistema de gestão hospitalar da Philips tornou-se o primeiro software de Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) a possuir a certificação emitida pela Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (Sbis) em nova versão 2016. Aprovadas em todos os requisitos exigidos pela entidade, as versões Tasy Java e Tasy Delphi 2.2.1696 foram reconhecidas com a certificação SBIS-CFM v.2016 nas categorias Assistencial e NGS2, que viabiliza a eliminação do papel nos processos de registros de saúde.

Em todos os segmentos a tendência é que cada vez mais aumente a exigência por selos de acreditação e a multinacional holandesa afirma reconhecer a importância deste investimento como um diferencial para o mercado da saúde brasileiro.

A certificação assegura a privacidade, integridade e a confidencialidade das informações de saúde, garantindo a segurança ao paciente e melhorando a qualidade do software. A conquista é resultado dos investimentos feitos pela Philips para adequar o software aos mais altos padrões de qualidade. Requisitos clínicos como formulários, consistências clínicas que alertam ou impedem ações, suporte à decisão clínica e outros requisitos relacionados à política de senhas, comunicação utilizando criptografia 100% do tempo e privilégios de acesso por perfis asseguram a integridade do sistema exigida pela SBIS.

A Gerente de Qualidade da Philips, Juliana Prada, destaca que “a Philips tem grande comprometimento para com a certificação SBIS, por saber de sua importância para o produto e para seus clientes. O Tasy é certificado pela SBIS desde 2010 e frequentemente vem buscando extensões desta certificação para garantir sua continuidade às novas versões do produto. Para a certificação do produto na versão 2016 do manual da SBIS, a Philips promoveu um grande movimento dentro da organização, reunindo pessoas dos times de Qualidade, Desenvolvimento, Tecnologia de produto e Tecnologia da Informação, para garantir o sucesso deste processo.”

Atualmente, o sistema está presente em mais de 900 instituições de saúde do Brasil. Com grandes investimentos em outros mercados como México e Alemanha. Recentemente, a Philips anunciou um acordo com a instituição privada de assistência médica CHRISTUS MUGUERZA, do México, para implementar o Tasy em nove hospitais do país.